Menina de 7 anos morre ao participar do ‘desafio do desodorante

O Globo

Parentes da criança de São Bernardo do Campo fazem alerta sobre riscos da web

RIO — Uma menina de 7 anos morreu após inalar grande quantidade de desodorante aerosol. Ao colocar o frasco com o produto na boca, Adrielly Gonçalves estava tentando imitar um vídeo que circula pela internet disseminando o chamado “desafio do desodorante”. A tragédia ocorreu no sábado, em São Bernardo do Campo, São Paulo. A família da criança chegou a levá-la para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde os médicos tentaram reanimá-la, mas não foi possível reverter a parada cardíaca.

Agora, os parentes de Adrielly fazem campanha nas redes sociais para alertar sobre o perigo de menores de idade repetirem ações irresponsáveis divulgadas na web.

— O que não pude fazer por minha filha vou fazer por outras pessoas, para que essa tragédia não aconteça novamente — disse Marcia Gonçalves, mãe da criança, por telefone, ao GLOBO.

O “desafio do desodorante” consiste em inalar o produto pelo maior tempo que a pessoa conseguir suportar. No domingo, mesmo dia do velório de Adrielly, a família divulgou um texto no Facebook para alertar sobre os perigos da prática: “Ela, criança inocente, colocou o desodorante direto na boca e desmaiou, tendo parada cardíaca em sequência”, diz o texto.

Adrielly estava brincando em casa quando espirrou o spray diretamente na boca e segurou o ar, passando mal instantaneamente. Segundo a tia e madrinha dela, Lásara de Oliveira, de 34 anos, a sobrinha assistiu a um vídeo na web que mostrava uma pessoa ensinando o desafio. Outras versões da prática perigosa envolvem congelar partes do corpo com o spray.

Categorias: Geral

INFORMOU: