A vez dos tucanos

Jornal Nacional

A Procuradoria-Geral da República pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que envie à primeira instância as investigações contra cinco ex-governadores que renunciaram aos cargos para se candidatar as eleições de outubro.
Os tucanos Geraldo Alckmin, de São Paulo; Beto Richa, do Paraná; e Marconi Perillo, de Goiás. Confúcio Moura, do MDB de Rondônia; e Raimundo Colombo, do PSD de Santa Catarina.
O Ministério Público alegou que, como eles deixaram os cargos, perderam o foro privilegiado, as informações são do Jornal Nacional.
As investigações apuram a prática de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos, peculato e caixa dois. Dependendo do crime apurado, o procedimento pode ir para as justiças Federal, Estadual ou Eleitoral.

A ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça, determinou que o inquérito que investiga o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, do PSDB, seja enviado à Justiça Eleitoral do estado.

Para os demais governadores, caberá ao ministro relator de cada procedimento decidir o novo foro. Não há prazo para que o STJ analise os pedidos.

Categorias: Geral

INFORMOU: