Mandaguari: Dono de loja de Açaí é preso após matar mulher

Correio de Notícias

Paulo Roberto de Almeida, 29 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil, com o apoio da ROTAM (Rondas Ostensivas Táticas), no início da noite de quarta-feira (12). Ele é acusado de matar uma garota de programa e jogar o corpo na Estrada Promessa, em Mandaguari.

Segundo informações, Almeida possui uma loja de Açaí, no Centro de Mandaguari. Ele teria marcado um encontro com Luana Alves, e praticado sexo em um motel na cidade de Sarandi.

No momento em que iria ser realizado o pagamento, Alves não tinha o dinheiro suficiente para pagar o programa. Ele desferiu um soco na mulher, onde quebrou o nariz da vítima. Asfixiou Luana até a morte. Por volta das 15h, jogou o corpo dela às margens da Estrada Promessa.

Alves teria matado a mulher, pois teve medo dela denunciar o caso para a sua esposa. Ele permanece preso na Delegacia de Polícia Civil de Mandaguari, à disposição da Justiça.

Vale ressaltar o exelente trabalho em conjunto das Polícias Civil e Militar, que em menos de uma hora elucidaram o crime.

Categorias: Região

INFORMOU: