Polícia encontra rinha de galo em Ariranha do Ivaí

Com informações e imagens do Blog do Berimbau

Foram detidas 21 pessoas e apreendidos: 75 galos vivos e 12 mortos. Também foram apreendidas armas, dinheiros e materiais utilizado na atividade criminosa.

Na região do Bairro Canjarana, entre Manoel Ribas  e Ariranha do Ivaí, nas dependências do município de Ariranha, a Polícia Militar Ambiental, equipe formada pelos soldados Assis, Murilo e Brito, do 3º Pelotão de Apucarana, que é subordinada a 2ª Companhia de Londrina, encontrou uma propriedade onde funcionava uma suposta “Rinha de Galo”.

Para realizar a operação com êxito, os Policiais Militares Ambientais, contaram com apoio da PM de Manoel Ribas, 6ª Companhia Independente (Ivaiporã) e até equipes da ROTAM.

“Nossa equipe, em atendimento a denúncia, de que em propriedade rural estaria ocorrendo rinhas de galos, envolvendo várias pessoas com apostas em dinheiro, fomos ao local. Durante a chegada, vários indivíduos evadiram-se em matas próximas. Sendo que dentro de um barracão, foram abordadas 21 pessoas que acompanhavam as atividades, destas, 19 foram qualificadas para lavratura de Termo Circunstanciado e duas receberam voz de prisão em flagrante. Ainda foram apreendidas três armas de fogo que estavam na propriedade”, informou a Polícia Ambiental.

Segundo informações, o número de detidos deveria ser bem maior, caso não houvesse a fuga de dezenas delas. Fala-se em cerca de 100 pessoas envolvidas.

Na fuga e no acompanhamento a pé, houve um ataque de enxame de abelhas há alguns dos fujões, inclusive um policial precisou ser internado para receber atendimento.

No local foram apreendidos: 75 galos vivos; apetrechos para rinhas; medicamentos; três arenas para confronto; RS 4.029,00 com pessoas para apostas; um revólver calibre 38 com 6 munições; uma espingarda 32; e uma espingarda calibre 22.

A Atividade era tão comum que no local havia todo uma estrutura, quase que profissional para a realização das rinhas.

O que chamou atenção, foi uma camiseta com a seguinte inscrição: “Criamos por amor, e eles brigam por instinto”.

Todo material e detidos, foram levados para a Polícia Militar e Delegacia de Ivaiporã.  A ação resultou no reconhecimento do trabalho dedicado, competente e importantíssimo da Polícia Milita Ambiental.

Categorias: Região

INFORMOU: