Mulher perde cinco mil no “Golpe do Bilhete Premiado” em Apucarana

Na tarde dessa quinta feira uma mulher procurou a Polícia Militar de Apucarana após cair no conhecido “Golpe do Bilhete Premiado”.

A vítima relatou aos policiais que enquanto transitava pela Avenida Minas Gerais próximo ao cruzamento com a rua Deolindo Massambani se aproximou dela uma senhora baixa, gorda, branca, de blusa estampada rosa e saia estampada clara, dizendo que estava a procura de um corretor de imóveis que morava por ali.  Ela disse não saber nada dessa pessoa, quando um indivíduo falando no celular vestindo calça social preta, camisa escura, branco, do olho claro, magro e alto, se aproximou das duas e foi questionado pela vítima se ele sabia do endereço de referido corretor.

Foi então que esse indivíduo disse que a senhora de roupa estampada estava caindo em um golpe, pois o bilhete estava premiado no valor de seiscentos mil reais. A senhora de roupa estampada disse ter ficado muito grata pela ajuda que estava recebendo da vítima e do indivíduo de roupa social e que daria um prêmio de cinquenta mil reais para cada um caso eles a ajudassem a receber o dinheiro, mas queria que eles provassem a ela que realmente tinham uma conta bancária.

Para que vítima provasse ter conta bancária sugeriram à ela que sacasse o valor de cinco mil reais de sua conta e mostrasse a senhora de estampado.

A vítima foi conduzida pela dupla até a agência da caixa econômica na praça Ruy Barbosa, num carro preto, entrou sozinha na agência, realizou o saque no caixa e retornou com o dinheiro para o carro que ficou estacionado em algum ponto da avenida Curitiba que a vítima não soube precisar.

Foi então que a vítima foi orientada a deixar o dinheiro com a mulher e saiu do carro para acompanhar O homem até a caixa onde ele também faria um saque, toda via antes de chegar na agência o indivíduo disse que precisa retornar ao veículo pois tinha esquecido seu cartão lá.

Então a vítima foi deixada em via pública e procurou a equipe no módulo da estação um para ser orientada.

Com a vítima ficou um comprovante de aposta da loteria quina da caixa, feita em uma lotérica da cidade às 09:20 do dia 07 de março.

Categorias: Apucarana

INFORMOU: