POLÍTICA – Atuais mandatos poderão ser ampliados por mais dois anos

O deputado federal Rogério Peninha (MDB/SC), protocolou nesta quarta-feira, 10, a proposta de Emenda Constitucional 49/2019, para prorrogar os mandatos dos atuais gestores, unificando as eleições gerais e as eleições municipais.

Pela proposta, as próximas eleições seriam unificadas, de vereador a presidente da República, e aconteceriam apenas em 2022. Dessa forma, os atuais prefeitos e vereadores permaneceriam em seus cargos até 2022.

O deputado protocolou a proposta no dia que Brasília estava lotada de prefeitos e vereadores, que participavam da tradicional marcha de prefeitos.

As eleições de 2016, custaram somente a Justiça Eleitoral mais de 750 milhões de reais. Sem contar que em ano eleitoral não são destinados recursos aos municípios, o que prejudica bastante a população, com eleições acontecendo a cada dois anos.

Segundo comentário do vereador de Cambira, Edair da Silva (Fisico), que estava em Brasília a proposta foi bem aceita durante a Marcha dos Prefeitos e tem grande chance de ser aprovada.

Categorias: Geral

INFORMOU: