Cambira: Estelionato, tentativa de golpe e abordagem em estabelecimento comercial

594

Na tarde de ontem (30) um cidadão procurou o Destacamento da PM de Cambira relatando que foi ao Banco do Brasil da Cidade de Jandaia do Sul, e realizou o saque de certa quantia em dinheiro e, na sequência tentou fazer outro saque, contudo teve algumas dificuldades técnicas referentes ao uso do cartão.

Nesse momento, surgiu um homem e ofereceu ajuda, segundo a vítima o indivíduo era de baixa estatura e trajava roupas sociais e jaqueta, similar as vestes que os funcionários das agências bancarias utilizam.

O homem ofereceu um código a ser digitado, a fim de que o dinheiro pudesse ser sacado, após a vítima digitar, o suposto autor disse-lhe para utilizar o caixa ao lado, pois aquele terminal estava ocupado.

Ao chegar em sua casa, a vítima, desconfiado de ter levado um golpe, foi checar o saldo de sua conta corrente e constatou que foi sacado um certo valor em dinheiro de sua conta.

Também em Cambira pouco antes das 18 horas um outro Boletim de Ocorrência foi registrado, onde o solicitante declarou que a operadora TIM teria entrado em contato, informando-o que o seu número havia sido contemplado em um sorteio, o corretor da operadora se identificou como Juliano.

O suposto prêmio seria um veículo Gol zero. O corretor pediu os dados pessoais como: nome dos pais e endereço, e o solicitante forneceu.

Por conseguinte, foram apresentadas duas opções para receber o prêmio; a primeira era deslocar até Avenida Brasil, no 305 São Paulo – Capital, sendo que o corretor se prontificou a agendar a suposta entrega para amanhã.

Diante da negativa por parte do solicitante, devido às dificuldades em deslocar até o endereço citado, o corretor apresentou a segunda opção; que seria depositar o montante em dinheiro referente a despesa do guincho, e após a confirmação do pagamento o veículo seria entregue no dia subsequente.

Desconfiado de ser um golpe de estelionato, o solicitante não realizou a transação.

Na sequência ligou para o #144 e relatou o ocorrido ao atendente da TIM que se identificou, e este por sua vez orientou-o a registrar um boletim de ocorrência, bem como enfatizou que a operadora não realiza promoções dessa espécie, e que os dados cadastrais da empresa constam apenas o nome da mãe.

Ainda em Cambira a Polícia Militar, por volta das 19:15, abordou cinco pessoas em um estabelecimento da Rua Cecílio Nakad. Fora realizada busca pessoal em todos e nada de ilícito foi encontrado. Segundo o relatório da Polícia, a abordagem se deu devido ao fato de haver denúncias de que no local há comércio de drogas.