Cambira: Homem suspeito de ameaçar entrar atirando em creche foi ouvido e vai continuar preso

3197

A professora foi afastada temporariamente.

Foi preso na manhã dessa sexta-feira (28) em Cambira um homem, morador do Distrito de Pirapó, acusado de ligar para a Autarquia de Educação e pedir para retirar as crianças da Creche Pequeno Paraíso, que ele entraria atirando para matar sua ex-mulher que é professora no local.

Após receber a ligação, uma servidora da Autarquia, passou a informação ao secretário de Educação Felipe Zani, que se deslocou para a escola em questão e acionou a Polícia Militar.

Uma equipe fez plantão no estabelecimento de ensino enquanto outra trabalhava no intuito de localizar e prender o acusado, que foi encontrado e encaminhado a 17ª SDP em Apucarana, onde foi ouvido e continua preso a disposição da Justiça.

Em seu depoimento a professora confirmou que vem sofrendo ameaças devido estarem em processo de separação e ele não aceitar. A Autarquia de Educação de Cambira decidiu por suspender a professora temporariamente.

OUTRA ACUSAÇÃO – No dia 11 de junho foi registrado um BO, onde ele é acusado de ameaçar a professora e também ter cortado os pneus do carro dela em frente a escola. (veja aqui).