Em Cambira, mulher grávida de oito meses é agredida ao separar briga do marido

614

Um indivíduo foi preso.

Por volta das 19 horas, início da noite dessa sexta-feira (11), a Polícia Militar de Cambira atendeu a uma ocorrência de ameaça, calúnia e vias de fato em Cambira, na Rua Pará, Vila Kennedy, onde uma mulher grávida de oito meses, tentou afastar o agressor de seu marido e foi empurrada pelo autor, caindo no chão, sofrendo escoriações no cotovelo do braço esquerdo.

A ocorrência teve início quando foi repassado a equipe policial de serviço, que no local, vários indivíduos estariam ameaçando o morador da residência.

A vítima relatou que duas pessoas estariam lhe acusando de ter furtado dinheiro do pai de um deles e estes estariam dizendo que iriam lhe agredir e lhe de dar tiro de “oitão”, porém o morador decidiu representar contra os autores em outro momento.

Durante a confecção do boletim houve uma nova ligação informando que os autores teriam voltado para o local, e estaria ocorrendo uma briga generalizada.

Os policiais retornaram ao endereço e se depararam várias pessoas na via pública.  Perguntado o que teria ocorrido foi relatado que assim que a equipe policial saiu do local, um dos indivíduos retornou ao e começou a agredir o morador, quando a esposa, grávida de oito meses, viu as agressões, tentou afastar o agressor de seu marido, esta foi empurrada pelo autor, vindo a cair no chão causando-lhe escoriações no cotovelo do braço esquerdo.

Foram realizadas buscas e o agressor localizado saindo da linha férrea, próximo ao local da ocorrência. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a 17ª SDP para as devidas providências.