Filho mata o pai de 73 anos a marteladas, segundo a polícia

283
Leonardo Filho – Equipe Pinga Fogo
A Polícia Civil de Paranavaí esclareceu a morte do aposentado Manuel Ferreira da Rocha, de 73 anos. O idoso que estava desaparecido desde o dia 23 de novembro, segundo a polícia, foi morto a marteladas pelo próprio filho – Leonardo Batista da Rocha, de 21 anos. O rapaz teve a prisão decretada pela Justiça e foi preso em Curitiba.
A polícia suspeitou das circunstâncias em que o caso de desparecimento chegou ao conhecimento dos investigadores. Os policiais foram até a casa do idoso e encontraram manchas de sangue em um colchão e também em um balde. O carro da vítima foi encontrado abandonado em um dos bairros da cidade.
Denúncias anônimas indicavam que Leonardo teria relacionamento com o sumiço do pai. O jovem conta com antecedentes criminais e usa tornozeleira eletrônica. Ao tentar localizar o rapaz para que ele pudesse dar esclarecimentos sobre o caso, o jovem não foi encontrado na cidade.
Por meio do monitoramento, o localizaram em Curitiba. Ele foi preso durante a noite desta quinta-feira, 28, com a namorada, uma adolescente de 14 anos. Ao ser indagado sobre os motivos que o levaram a matar o pai, o rapaz relatou que cometeu o ato após presenciar o pai tentando abusar sexualmente da namorada. A adolescente teria confirmado a versão.
Ele relatou que após matar o pai, levou o corpo até um canavial onde enterrou a vítima. O corpo foi localizado pela polícia no local indicado pelo rapaz. Ele e a namorada serão transferidos para Paranavaí e devem responder pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.