Jovem assassinada, foi encontrada por bombeiros, viva e em chamas

309

Jovem que morreu em Ponta Grossa após levar tijoladas e ser incendiada por companheiro estava viva e em chamas quando bombeiros chegaram

A jovem de 20 anos assassinada no meio da rua pelo companheiro em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, foi identificada como Inglidi Joseleia dos Santos de Freitas. Conforme a Polícia Militar, o companheiro da vítima deu tijoladas e ateou fogo nela.

O Corpo de Bombeiros afirma que, quando chegou no local, Inglidi ainda estava viva, em chamas. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Conforme a família, ela deixa dois filhos pequenos: um bebê de onze meses e uma criança de cinco anos. O corpo dela foi sepultado neste sábado (6).

O crime aconteceu por volta das 6h30 da última sexta-feira (5), na Rua Francisco Otaviano, na região da Palmeirinha, Bairro Nova Rússia.

De acordo com a PM, testemunhas afirmaram que o casal estava discutindo quando começaram as agressões e que o suspeito fugiu a pé após atear fogo na jovem. Ele é procurado pela polícia e não teve o nome divulgado.