Mais um confronto com a PM em Mandaguari resulta em morte

518

Quatro mortes em 24 horas

Na sexta-feira (5), em Mandaguari (PR), mais um indivíduo morreu em um segundo confronto com a Polícia Militar na Rua Augusto Favoretto. Policiais do Choque e da Rotam, que realizam patrulhamento ostensivo na região metropolitana de Sarandi, estavam na cidade para cumprir mandados de prisão.

Durante a operação, receberam informações do Serviço Reservado de Inteligência de que o indivíduo procurado estava em sua residência. Os policiais se deslocaram para cumprir o mandado de prisão contra Wellington Renato Silva de Souza, de 27 anos, conhecido como Lelo. Segundo os policiais, Wellington reagiu à abordagem e entrou em sua casa.

Durante a entrada tática, ele se armou com um revólver calibre .38 e apontou a arma para os policiais. Em legítima defesa, os policiais atiraram em Wellington. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e pelo médico intervencionista, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Wellington tinha diversas passagens pela Polícia e era apontado como envolvido no assassinato de Wesley Rodrigo Romeira Ferreira, de 28 anos, morto em frente à Escola Municipal Walter Antunes Pereira no mesmo dia.

Gabriel Caic Moreira da Silva assassinado a tiros na noite desta quinta-feira (4)
Wesley Rodrigo Romeiro Ferreira, de 28 anos, foi morto com diversos tiros por volta do meio-dia desta sexta-feira (5) em frente a Escola Municipal Walter Antunes Pereira, nos Cinco Conjuntos.
Lucas Gabriel de Souza Mota Teixeira, de 20 anos, morreu no primeiro confronto com a PM
Wellington Renato Silva de Souza, de 27 anos, conhecido como Lelo., morreu no segundo confronto.