Morre o segundo filho de um mesmo casal no Porto Ubá

893

A mesma doença, problemas cardíacos, levou os dois filhos do casal Natania Renata e Cristiano Araújo, no Porto Ubá.  O pequeno Heitor Augusto, faleceu neste dia 10 de junho, de 2019.

A localidade do Porto Ubá, ficou enlutada ao receber a notícia da morte do pequeno Heitor Augusto, ocorrida neste dia 10 de junho, de 2019. Após o falecimento, a família informou que o velório seria no próprio Distrito e sepultamento no dia 11 de junho, de 2019, terça-feira.

O menino era filho de Natânia Renata e Cristiano Araújo, que em 2015, ficaram conhecidos em todo Paraná, por conta de uma outra filha, de nome Ana Lívia de Castro Santana, que também faleceu, praticamente do mesmo problema.

Amigos lamentaram a morte e se comoveram com a dor do pai e da mãe, que perderam os únicos dois filhos em um espaço de três anos, sendo que atualmente, Natânia e Cristiano são separados.

A irmã de Heitor, faleceu, aos 06 anos. Ela foi destaque na imprensa do Paraná, em 1º de junho, de 2015, quando recebia um novo coração no Hospital Infantil Sagrada Família. Em 12 de janeiro de 2016, a notícia triste de que não resistiu. O transplante foi possível graças à solidariedade da família da doadora, uma adolescente de Santa Catarina, vítima de atropelamento. Foi o primeiro transplante realizado no Hospital Infantil, unidade da Irmandade da Santa Casa de Londrina (ISCAL). Na época a paciente aguardava pelo transplante há cerca de quatro meses, quando foi internada na UTI do Hospital Infantil e diagnosticada com uma insuficiência cardíaca grave, desencadeada por uma miocardiopatia congênita. Um dos cirurgiões cardíacos da equipe de transplantadores do Hospital Infantil foi buscar o órgão em Santa Catarina. Acompanhado pela equipe da Central de Transplantes de Londrina e de batedores da Polícia Militar, o médico chegou ao hospital com o coração às 17h30. A cirurgia começou logo depois e terminou por volta das 20h30. Primeiro transplante cardíaco em criança de Londrina, a intervenção também foi a primeira do tipo em 2015 no Paraná.

(Com informações do Blog do Berimbau)