Prisão por violência doméstica em Jandaia e Bom Sucesso

316
Young woman trying to protect herself from a man's clenched fist.

Nos dois casos as mulheres apanharam do marido.

Foram efetuadas duas prisões por violência doméstica nas últimas horas. Uma em Jandaia do Sul e outra em Bom Sucesso.

Em Jandaia do Sul a situação aconteceu por volta das 18:30 dessa quinta-feira (11), quando foi solicitada a Polícia Militar que deslocasse até a Rua Roberto Resende Chaves, para prestar um apoio aos socorristas do SAMU em um possível surto psicótico.

Quando os policiais chegaram ao local foi constatado que se tratava na verdade de um caso de violência doméstica, envolvendo a vítima e seu amasio.

Relata a vítima que estava em casa e quando seu marido chegou, em visível estado de embriaguez, fato este e ocorre quase diariamente, relata a vítima, e durante uma conversa sobre uma possível mudança de residência o amasio se exaltou e empurrou a companheira contra o muro, causando algumas escoriações nos joelhos e ombro, dizendo que se ela sair de casa ele iria fazer a vida dela um inferno, fazendo ela perder o emprego e passar fome, ameaçando-a de morte.

Dados os fatos foi dada a voz de prisão ao amásio de 52 anos, que foi entregue na Delegacia de Polícia de Jandaia do Sul, para serem tomadas as medidas cabíveis.

Bom Sucesso

Em Bom Sucesso, já se passava da meia-noite, quando a equipe policial foi acionada a comparecer na Rua Vereador Antônio Lourenço Filho, onde uma mulher estaria gritando por socorro.

Ao chegar no local, de dentro da residência, saiu uma mulher de 33 anos, chorando e gritando por socorro, dizendo que seu amasio, havia lhe agredido segurando-a pelo pescoço, deixando algumas lesões, ainda relatou que o marido quebrou seu aparelho de celular, durante a discussão e que não é a primeira vez que ele lhe agride, e recentemente a machucou deixando sua perna esquerda lesionada e ficando com uma mancha arroxeada. A vítima foi levada ao Hospital de Bom Sucesso e consultada pelo médico de plantão.

Diante das lesões da vítima e seu desejo de representação, foi dado voz de prisão ao autor de 35 anos, que foi encaminhado à Delegacia Civil de Jandaia do Sul, para os procedimentos cabíveis.