Ratinho Jr. assina documento que descarta zerar ICMS dos combustíveis

77658

Ratinho Jr, governador do Paraná e mais 22 governadores, assinaram texto em que rechaçam o desafio feito pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para que eles zerem as alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) cobrado sobre os combustíveis em troca da redução de tributos federais sobre o produto.

Na carta, eles defendem que a discussão seja feita no âmbito da reforma tributária que deve ser votada pelo Congresso. Somente no caso do Paraná, o fim do ICMS sobre combustíveis implicaria em uma perda de 10% da receita total. Informações do site Bem Paraná.

Segundo informação divulgada pelo portal de notícias Sobral 24Horas, o governador do Acre, Gladson Cameli (Progressistas) aceitou o desafio do presidente Jair Bolsonaro e concorda em zerar o ICMS de 30% sobre os combustíveis.

Cameli diz que vai compensar a perda de receita com os cortes de despesas. Com isso, o litro da gasolina comum cairia para cerca de R$ 2,61 centavos.